quinta-feira, 31 de março de 2011

O mundo acabará em maio de 2011?


Prepare-se: se um grupo de fundamentalistas cristãos estiver certo, você não vai viver mais de nove meses. Harold Camping, líder do grupo “Family Radio” mundial, concluiu, após um estudo cuidadoso da Bíblia, que o mundo vai começar a terminar em 21 de maio de 2011.
O dia 21 de maio é o dia do julgamento. Vai levar vários meses para que o processo se complete, mas Harold está certo que em outubro tudo estará acabado.
Fim do mundo: 10 Previsões fracassadas do apocalipse
E eles são bondosos: seu grupo está fazendo o possível para avisar a todos. Os membros da seita estão espalhando a sua mensagem do Juízo Final em outdoors, caravanas, panfletos, etc. As cidades de Bridgeport, Connecticut, até Little Rock, Arkansas, agora têm cartazes com a mensagem. Grupos missionários estão viajando também pela América Latina e África para espalhar a notícia além dos EUA.
Os cristãos fundamentalistas têm uma longa história de procurar – e acreditar equivocadamente que encontraram – pistas sobre quando Jesus voltará a Terra e trará a decisão definitiva. No início de 1800, o fazendeiro William Miller concluiu, também a partir de um estudo da Bíblia, que o mundo acabaria em 23 de abril de 1843. Isso não aconteceu. Óbvio.
Outro grande divulgador do final dos tempos é Hal Lindsey, autor do best-seller popular “The Late Great Planet Earth” (em português, “A Agonia do Grande Planeta Terra”). Depois de suas profecias não se concretizarem, ele escreveu uma continuação chamada “Apocalypse Code” (em português, “O Código do Apocalipse”).
Esse autor é só um dos mais famosos. Esse tipo de tema já foi reembalado, ficcionalizado, e reutilizado milhares de vezes. Para cada Hal Lindsey do mundo, existem centenas de autores menos conhecidos, que se auto-proclamam profetas do fim dos tempos, exatamente como Harold Camping.
É só lembrar o exemplo do ministro da Igreja de Deus Ronald Weinland, que concluiu – sempre da leitura da Bíblia – que centenas de milhões de pessoas morreriam em 2006, e que também escreveu livros sobre isso.
Enquanto qualquer um é livre para acreditar no que quiser sobre o fim do mundo, tal convicção em poderosos líderes de governo levanta preocupações sobre a própria paz mundial.
O mundo acaba em 2012
Se o presidente ou o líder de governo de algum um país com armas nucleares se convence de que o mundo vai acabar em breve (e que poucos e pré-selecionados serão salvos, independentemente das ações humanas), milhões de pessoas podem ser mortas com o pensamento de que nada importa depois de uma determinada data.
Se a história servir de guia, já se pode concluir que a Bíblia não é confiável para determinar quando (ou se) o mundo vai acabar. Mesmo que Harold e seus seguidores estiverem corretos, não está claro o que, exatamente, os seres humanos devem fazer a respeito, exceto, talvez, tirar férias em abril. [LiveScience]

Nenhum comentário:

Postar um comentário